02 março 2007

Segura na mão de Deus

Como diz uma música antiga, Segura na mão de Deus, pois ela te sustentará...
E se não sustentar, esteja certo de que pelo menos chorar contigo Deus vai.
Hoje fui interpelado com uma questão interessante, sobre o que eu creio a respeito do agir do diabo na vida do homem. Mais que na hora, tive que achar uma resposta, e saiu uma mais ou menos assim:
Creio que Deus é o legislador/ criador de todas as coisas, e que nada passa desapercebido aos seus olhos. E que o ordenamento normativo que Ele deixou, Ele mesmo tem de observar, haja vista sua impossibilidade de negar a si mesmo e a suas próprias palavras. O diabo/lúcifer por sua vez, também é um observador da lei, porém como um advogado (uma das mais lindas profissões, se usada corretamente) ele procura as brechas desta lei para seu agir e seu favorecimento. Não é uma espécie de capataz ou justiceiro divino castigando os inimigos de Deus, pelo contrário é um observador da estrita legalidade do Universo, outorgada por Deus.
Numa ótica macro, nenhuma folha cai sem a permissão divina. Mas na micro, Deus raramente interfere no desenrolar das suas próprias leis naturais que por si mesma rege o universo. Deus seria o mistério, Aquele que age como quer e quando quer, realizando milagres em quem quer.
Digo isto, pois em qualquer lugar que tenha qualquer tipo de crença, há relatos de milagres e curas atribuídos a Deus, ou a seus deuses, quando na ignorância.
O sol, nasce para ricos e pobres, crentes e não-crentes, justos e pecadores. Portanto, aqui na Terra, não há, em regra, que se falar de preferência divina por uns em detrimento de outros.
Repito, na Terra. Em Glória, quando o que é corruptível se revestir de incorruptibilidade, a conversa é outra.
Fim de semana cheio da graça E paz Divina para ti.

Nenhum comentário: