25 fevereiro 2010

Injúrias

Fico triste quando percebo o quanto menosprezamos as pessoas no dia a dia.
Nós, eu e você, e por favor, não negue.
Em maioria, as que (as vezes sem saber) praticaram algum mal a nós ou um dos nossos almejamos execrá-las.
E os pobres? pedintes? homossexuais? religiosos? políticos? jogadores de futebol? servidores públicos? policiais?
Cada um desses, e muito mais, são alvo da nossa língua afiada.
Sempre temos um motivo, que afiguramos justo.
A bíblia tem uma resposta para mim e para você.
"A ira do homem não produz a justiça de Deus".
Deixemos de lado, eu e você, de meter a boca nos outros. Temos uma boca e dois ouvidos, sensato é falar menos e ouvir mais.
Falar mal dos outros? Desejar o mal? Irmãos, não pode ser assim.
(Sem contar que é crime, tá!?)

24 fevereiro 2010

Ética

O Conselho Nacional de Justiça condenou três desembargadores e sete juízes do Estado de Mato Grosso a pena máxima prevista na LOMAN, aposentadoria compulsória.
São acusados, em síntese, de desviar dinheiro público e destiná-lo a Loja Maçonica da cidade de Cuiabá e Poconé-MT.
A argumentação da defesa consiste em desqualificar a conduta, uma vez que os valores destinados a maçonaria eram de salários e proventos atrasados e ainda, que recebidos os valores salariais, cada um pode dispor de seu dinheiro, como bem lhe aprouver.
Não temos dúvida, trata-se de uma decisão pautada na quebra de ética dos judicantes.
Sentimo-nos assustados por tal decisão, por não ser normal corregedorias, comissões de ética, tribunais, etc agirem com justiça pautados na quebra da ética profissional.
Por outro lado, com a discussão de que aposentadoria compulsória (vide Lalau) não é pena nem aqui nem na China (exceto para os cabides de emprego).
No cristianismo, que fazemos questão de ignorar na aplicabilidade mas amamos utilizá-lo para nos auto-defender, estão bons ensinamentos sobre andar em retidão.
Penso que a imparcialidade, atributo da magistratura, foi ferida de morte, por estes e outros juízes que não concedem a justiça verdadeira aos necessitados.
Como Paulo o apóstolo diria, não há comunhão entre luz e trevas.
Neste conto todo, ganha a sociedade matogrossense e brasileira, que diante de tal precedente pode começar a ter fé na lisura, transparência e aplicação da justiça aos desonestos.

10 fevereiro 2010

Hell

Na briga entre o bem e o mal, lá está ele.

Nesse lugar haverá choro e ranger de dentes, disse Jesus.

E ainda, o fogo não se apagará, as larvas não morrerão.

Lago de enxofre, cadeia eterna, condenação, vários são os nomes.

Os personagens desse lado malvado são os mais variados demônios em suas formas, tais como possuidores, enganadores, mentirosos, lascivos, sedentos por sangue.

E os que lavarem suas vestes no sangue do cordeiro de Deus, Jesus o Cristo, obedecendo seus mandamentos, sendo firmes, fiéis, arrependidos, mansos, humildes até poderão não experimentar a morte.

Já os escarnecedores, incrédulos, abomináveis, homicidas, fornicadores, experimentarão a segunda morte.

Não existem regras, não existem sistemas de recompensa, Deus pode tanto ter misericórdia de todos, quanto de ninguém.

Cabe-nos, penso eu, nem olhar para o céu, reconhecer nossa insuficiência perante o Pai que está nos céus e clamar pela misericórdia divina.