31 janeiro 2007

Texto de William Shakespeare

Depois de algum tempo, voce aprende a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar a alma.

E começa aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança.

E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanha é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair no meio do vôo.

Depois de um tempo, você aprende que o sol queima se ficar exposto por muito tempo.

Descobre que se leva um certo para se construir confiança e apenas segundos para destruí-la, e que você pode fazer coisas em um instante, das quais se arrependerá pelo resto da vida.

Aprende que as verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longa distância.

E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem na vida...

William Shakespeare

30 janeiro 2007

Seguidores de Cristo

A vida é um emaranhado sem fim, de momentos, coisas, diversidades, até mesmo de cunho religioso e de estilo de vida.

O que se faz importante aqui salientar, é que a dois mil anos atrás, um moço bem feio, magro, que não tinha nada aparentemente de agradável, mudou o curso da humanidade.

Através de seus ensinos e sinais, fez com que pessoas como eu, que não o viram, nem mesmo sequer acredito que se visse acreditaria, acreditassem.

Eis o título de seu seguidor, aquele que nele crer, será seu seguidor, e ainda mais, obras maiores farão.

Farão, não sei como, nem imaginando, mas como Ele é a verdade, e eu seu seguidor, porque duvidar.

A dúvida, esta sim, se tomar conta de meu coração é capaz de sufocar-me a ponto de não viver, apenas subsistir, ou não, viver, e não mais subsistir.

O que é certo, é que nada sei, e como nada sei, e sei que nada sei, como saberei, se não sei?

Seguidor de Cristo Jesus, eu o sou, não sei como, mas sou.

Você é?!

29 janeiro 2007

Rascunho

Vejo o Cristianismo como uma opção de vida
e Jesus Cristo como o ícone a ser seguido
Ele andava com excluídos e hipócritas
Preferia a presença das massas
Rejeitava os religiosos e certinhos
Disse que veio para doentes, e não os sãos
Seu ministério foi para nossa libertação e salvação
Ainda não tenho certezas absolutas acerca das escrituras
Mas as relativas que possuo, creio que serão moldadas a tempo certo
Por fim me reservo ao direito de escrever o que entendo
Ainda que saiba que talvez não surta efeito algum

28 janeiro 2007

Memórias de um Vacilão

Não consigo me entender
Eu tenho a capacidade de fazer variavelmente coisas que abomino
Praticar ou dizer o que não deveria
Deixar de fazer o que deveria
Me pergunto se com todos seria assim
Ou se comigo acontece pelas minhas esquisitices e manias
Tenho dia a dia buscado mudanças em mim mesmo
Quem sabe seja inerente a mim, e eu nunca venha a mudar
Deus tenha misericórdia de mim
Para que eu possa aprender a conviver comigo mesmo

25 janeiro 2007

Coincidência

Acabei de assistir um filme chamado Anjos do Mal, consiste na “narrativa” de Gênesis 6, onde os filhos de Deus (anjos decaídos) coabitaram com as mulheres e deram origem a gigantes.

O filme em sua maioria de tempo se passou nesta época, onde um anjo decaído, que havia destruído Sodoma, queria ressuscitar um de seus filhos gigantes mumificados e escondidos após o dilúvio.Com uma “profecia” onde este anjo decaído desposaria uma mulher novamente e reinaria nesta era.

O que mais me chocou, por assim dizer, é que nem bem acabei de assisti-lo, mudei de canal e eis que no primeiro canal me deparo com um programa de discussão bíblica sobre o que?

Gênesis 6.

A discussão consiste em analisar se o termo filhos de Deus, seria cabível a Anjos ou a homens. Um dos participantes diz que os filhos de Deus são homens, descendentes de Sete, que buscavam a Deus, e que geraram a gigantes. Outro diz que os filhos de Deus, são os filhos de Adão e Eva antes da queda e antes do nascimento de Caim e Abel, que cobiçavam as filhas dos homens pecadores. Estes dois acreditam que anjos são assexuados, não poderiam desposar mulheres.

De outro lado do ringue, defende-se que os filhos de Deus dito nas Escrituras Sagradas, são anjos mesmo, gerando a gigantes. Sua defesa consiste que após a queda de Adão não há a possibilidade de se ter filhos de Deus. O texto de Mateus diz que anjos não tem sexo, porém em Lucas 20:36 o contexto mais claro seria de que os anjos não morrem e não que não se casam. Ainda alega que não há na Bíblia relatos de que anjos não tenham sexo, citando ainda o caso dos anjos que visitaram Ló e foram cobiçados como homens.

Particularmente, creio na segunda opção, até que se prove o contrário.

Coincidência ou não, não são poucas as vezes que estas situações meio que sem explicação acontecem.

MISTÉRIO

W.

Evangelho dos Excluídos

Esse deveria ser o nome do Perspicaz.

Não é fácil ter agudeza de espírito em meio ao Protestantismo atual.

Dia a dia percebo que não consigo mais ser como era, evangélico, super homem, dono da Graça de Deus, sem pecados, cheio de santidade, sem contar nas baboseiras que ando ouvindo de profecias, frases prontas de efeitos, gritarias, jargões, versículos isolados que se transformam em tese teológica e na maior cara de pau sem sequer se preocupar com contexto de nada .

Jesus condenava os religiosos (fariseus), e se tem algo que faz parte do ministério dele é a intolerância com os mesmos, quero aqui transcrever uma de suas frases que caberia perfeitamente na “Religião Evangélica” atual, caberia a estes, sem se esquecer daqueles:

Pois atam fardos pesados e difíceis de suportar, e os põem aos ombros dos homens; eles, porém, nem com o dedo querem movê-los (Mateus 23;4).

Religião sim, pois o que vem sendo pregado são dogmas, valores, frases, religiosidade, banalidade, atando as pessoas fardos incarregáveis, enquanto estes (os religiosos) se declaram detentores do perdão divino e em contrapartida os pecadores não possuem perdão.

Ah, os pecadores, estes não devemos nem chegar perto, senão seremos contaminados, com a exceção de levá-los ao nosso gueto. Observar Jesus Cristo, nunca; examinar as escrituras, jamais.

Mas pretendo continuar caminhando, caindo, levantando, sorrindo, chorando, arrastando-me, correndo, triste, alegre, e em cada momento, crer pela fé que o Deus a quem sirvo me deu um significado de viver, e Seu fardo é leve, o seu jugo é suave.

Efatah

22 janeiro 2007

Outro das antigas...

II CORINTIOS [7]

1 Ora, amados, visto que temos tais promessas, purifiquemo-nos de toda a imundícia da carne e do espírito, aperfeiçoando a santidade no temor de Deus.

As promessas ditas por Paulo em sua carta à Igreja de Corinto são elencadas por toda a Bíblia Sagrada e, todas elas “exigem” uma contraprestação, ou seja, a escolha de se separar dos princípios e conceitos do mundo secular para viver uma vida exclusiva ao nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Estas promessas são de vida eterna, de felicidade, de paz que excede todo entendimento, de proteção do mal , de cura, de libertação, de santidade, pureza, verdade, não solidão dentre varias outras que poderíamos ficar em diversas laudas explicitando.

O que quero deixar claro é que mesmo tendo que tomar uma decisão ao lado de Cristo Jesus, para viver aquilo que Ele deixou como mandamentos e ensinos, isto não vem a nós de uma forma de um contrato bilateral, ou seja, um contrato de duas partes, dois sujeitos.

Tal contrato de Deus com os homens é unilateral, uma parte, somente a Dele, senão vejamos.

Deus criou o mundo, criou a Terra, criou o homem, criou a lei, criou os princípios, criou TUDO, e o homem decidiu não seguir conforme o estipulado por Deus.

A Bíblia diz que sem derramamento de sangue não há perdão de pecados e também diz que TODOS pecaram e estão separados da Glória de Deus.Logo, DEUS deu seu único e amado filho, Jesus Cristo, para que este derramasse seu sangue precioso, precioso, pois trata de Deus se humilhando à condição de homem e mesmo nesta condição não pecou em NADA, trazendo assim uma nova aliança com a humanidade e com isto novas e melhores promessas.

A contraprestação que Jesus Cristo quer é que estejamos debaixo da Sua potente mão, fazendo tua santa vontade, nos purificando de toda a imundícia da carne e do espírito, nos aperfeiçoando a santidade no temor de DEUS.Note-se que isso não é condição de salvação, porém em contrapartida uma pessoa salva tem inerentes a ela estes dogmas e princípios em seus corações e atitudes.

É pela fé em Cristo Jesus que somos justificados e não pelas obras da lei diz Gálatas 2:16.

Jesus Cristo o Filho de Deus tenha Graça, Compaixão e Misericórdia de nossas vidas.

No amor de Deus o Pai

20 janeiro 2007

Por enquanto só um dos meus textos antigos...

Existe algo que se chama discernir. Isto trata-se da capacidade humana de pensar, absorver e entender o que se passa em uma dimensão real, porem verdadeira.

Nós somos seres humanos, e este simples fato implica que temos a lucidez e capacidade que nenhum outro animal tem. Os animais agem por instinto, por sobrevivência, claro que isso não implica que devam ser maltratados, mas o homem ( ser humano) tem a diferença de ter o condão de domínio sobre toda a espécie de animais (Gênesis 1:26), tanto o tem e é, que temos hoje toda sorte e espécies de criações humanas, bem como construções gigantescas e até mesmo as de simples moradia.

Algo que se faz importante salientar neste aspecto é tentar entender (discernir) como chegamos a um ponto tamanho, que cerca de 10% da população mundial detém cerca de 90% das riquezas e nesta tão famosa e elogiada globalização somos criados e ensinados como animais irracionais a não dividir nem sequer um pedaço de pão em favor dos de nossa própria espécime.

O que é engraçado até, e talvez sério ao extremo é que no próprio versículo 26 e também no seguinte de Gênesis, a bíblia diz que o homem ( Ser Humano) foi criado a imagem e semelhança de Deus. Uns dizem que o efeito pecado atingiu o homem de tal maneira que este tornou-se insensível às coisas de Deus e, como a própria bíblia diz as coisas espirituais somente se discernem pelo Espírito.

Talvez sempre foi assim, ou talvez somos a geração da figueira vendo os sinais que estão se cumprindo em relação ao fim dos tempos, princípio das dores elencados por Jesus Cristo.

Sinceramente não sei, só peço a Deus que aqueles dias sejam de intensa misericórdia Divina em face a nossas vidas ( da humanidade) que praticam o mal e agimos pior as vezes do que um animal irracional, sem saber o que seja discernir.

No amor de Deus o Pai

W.

19 janeiro 2007

Só de bobeira...

Ainda nem sei bem o que escrever

Quero deixar algo que li..
Li que crença é cega
E que somente o conhecimento da verdade nos fará livres


Li também que a vida pode ser vista sobre 4 vertentes
A primeira é a circunstancia, esta nao escolhemos, por ex. nosso nascimento, nossa família
A segunda é a oportunidade, esta se deflagra de acordo com as circunstancias
A terceira são as escolhas, que são nossas, e que derivam das nossas oportunidades
A quarta, com o pedido de perdão do Ed René Kivitz, o autor
É DEUS
isso mesmo, DEUS
ELE entra na vertente como um MISTÉRIO, como o SOBERANO, aquele que não sabemos
(claro, dentro de SUA palavra) como age, quando age e onde age nas nossas vidas

Bem, como sei q talvez ninguem leia,

Desejo a todos e a mim msm um bom fim de semana

que fiquemos cheios da Paz que excede todoooo entendimento

Paz esta que deve ser o arbitro em nossos corações

Bjjjjjjjjjjjjjj

W.

18 janeiro 2007

Interessante, porém Insensato

Brevíssima história da medicina

500 D.C. – Venha até aqui, e coma esta raiz.

1.000 D.C. – Esta raiz é coisa de ateu, faça esta oração ao Deus que está no céu.

1.792 D.C. – O Deus não está no céu, quem reina é a razão. Venha até aqui, e beba esta poção.

1.917 D.C – Esta poção é para enganar o oprimido, sugiro que você tome este comprimido.

1.960 D.C. – Este comprimido é antigo e exótico. Chegou o momento de tomar antibiótico.

1.998 D.C. – Antibiótico te deixa fraco e infeliz. Eis um novo tratamento: coma esta raiz.

(autor desconhecido)

17 janeiro 2007

Já não há mais sacrifício

I Pedro 2:

21Porque para isso fostes chamados, porquanto também Cristo padeceu por vós, deixando-vos exemplo, para que sigais as suas pisadas.

22 Ele não cometeu pecado, nem na sua boca se achou engano;

23 sendo injuriado, não injuriava, e quando padecia não ameaçava, mas entregava-se àquele que julga justamente;

24 levando ele mesmo os nossos pecados em seu corpo sobre o madeiro, para que mortos para os pecados, pudéssemos viver para a justiça; e pelas suas feridas fostes sarados.

25 Porque éreis desgarrados, como ovelhas; mas agora tendes voltado ao Pastor e Bispo das vossas almas.

A Bíblia Sagrada é um apanhado de diversos livros em um só, foi composta por diversos homens, de diversas profissões e posições sociais, sendo que é o livro que mais trás discussões acerca de religião e estilo de vida.

Não são poucas as pessoas que tratam o Cristianismo como uma dentre várias religiões ou até mesmo as que se dizem adeptas a ele serem difusas e contraditórias entre si.

O mais interessante é o fato de que todos, cristãos ou não, afirmam categoricamente que aquilo que seguem e acreditam é o caminho a Deus ou a uma vida de felicidade.

As que se dizem cristãs e não observam o texto em tela, na realidade não o são, pois sem a crença de que Jesus Cristo é o Filho do Deus Altíssimo e nos amou de tal maneira que se deu para a remissão (perdão/ compensação) de nossos pecados e que somos pecadores e Jesus Cristo não, bem como que não há mais condenação e expectativas de castigo pelo simples fato do sacrifício na cruz.

Sacrifício, sim, esta é uma palavra comum na maioria das religiões mundiais, obedecer mandamentos em detrimento de não serem sacrificados, sacrificar algo em detrimento do não castigo.

Jesus Cristo se entregou por amor a nós, na sua boca não houve brincadeiras de mal gosto, murmurações e reclamações, não respondia como aqueles que o xingavam, quando sofria não ameaçava ninguém, mas como o texto diz entregava a Deus aquilo que estava passando pois Deus é o justo Juiz e o único legitimado a julgar a humanidade pelos erros.

Um dos versículos que mais impactam minha vida é o que diz que pelas feridas de Jesus Cristo fomos sarados, esse é o diferencial de Cristo, não necessitamos de mais nenhum sacrifício, o sacrifício se cumpriu em Jesus Cristo, a morte Dele nos trouxe vida, não é necessário reencarnarmos para pagar nossos pecados e evoluir, não precisamos nos agredir e auto-flagelar, não precisamos pagar promessas, não precisamos consultar mortos ou adivinhos, não precisamos acender velas ou pedir a qualquer outra pessoa.

Isto é Cristianismo, entregarmos nossas vidas a Deus, crendo que Jesus Cristo morreu por nós (para nos perdoar) e ao terceiro dia ressuscitou, e seguirmos os seus passos aqui na terra, porque éramos desgarrados como ovelhas, mas agora temos um Pastor e Bispo das nossas almas, a saber Jesus Cristo o filho de Deus.

Que E’le volte para buscar sua noiva com Graça e Misericórdia

16 janeiro 2007

Vá a Ele, e Ele te aliviará.

Vinde a Mim todos os cansados e oprimidos e Eu os aliviarei - Mateus 11:28

Quando o stress, problemas, cansaço, indiferenças, humilhações baterem à porta do ser humano, somente uma pessoa pode alivia-lo, Jesus Cristo.

Nenhum dos profetas, filosofos, pensadores, estudiosos, sociologos, deuses,estátuas, ídolos, teve a coragem de chamar para si a responsabilidade da cura.

Este é o diferencial do Cristianismo, Jesus Cristo diz que quem está cansado,sobrecarregado, oprimido é necessário que vá a Ele.

Note que não é uma atitude passiva, por ex. eu quero ser aliviado e só digo que estou com Jesus, não, pelo contrário, é uma atitude ativa, por ex. eu tenho que me deslocar daonde estou, tenho que sair do estado em que me encontro e ir a Jesus Cristo para queEle realize sua obra nas nossas vidas.

Nas outras chamadas "religiões", seus lideres ensinam o caminho da felicidade, mas é algo subjetivo como: faça isso e serás aliviado. Jesus Cristo não dá formulas, pois Ele é a formula maior, se o ser humano seguir a Cristo conseguirá a libertação, sua cura, seu alivio.

Que possamos aprender como ir a Cristo em todos os momentos, seja de cansaço e opressão, seja de felicidade e gozo, pois Ele nos aliviará.

Deus toque em seu coração

no amor do Pai

15 janeiro 2007

Primeiro Post

Para primeiro contato, sem querer espantar ninguem, escolhi Evangelho Perspicaz devido a minha crença a partir da espiritualidade judaico-cristã, onde o Evangelho - Boas Novas, Doutrina de Cristo JESUS, se misturaria a Perspicácia - que vê bem, que observa, penetrante, dotado de agudeza de espírito.

É o sentimento que tenho no coração, criar este blog para aprender mais, dar mais de mim, receber mais, ter mais critério, amar mais, ser mais parecido com YESHUA HAMASCHIA, menos cada vez mais comigo mesmo.
Efatá