29 março 2007

Não Chores.

Lucas 7: 13 Logo que o Senhor a viu, encheu-se de compaixão por ela, e disse-lhe: Não chores.

Jesus Cristo passava por uma cidade chamada Naim, cidade pequena, sendo que nesta ocasião ocorria um velório (vs. 11).

Um jovem morrera, filho único de sua mãe, que era viúva (vs. 12).

E vendo o Senhor o sofrimento daquela mulher, resolveu mudar o curso da natureza e ressuscitar à seu filho (vs. 14).

É este o tipo de amor que creio ser o que Jesus nos ensinou.

E infelizmente não temos amado como Ele nos amou, como Ele agiu na vida daquela mulher não temos agido.

Ainda que por nós mesmos não tenhamos o poder de ressuscitar mortos, podemos nos mover de íntima compaixão por aqueles que necessitam de amparo, de um abraço, um ombro amigo, um beijo, uma palavra de ânimo.

No caminhar da história temos nos desvinculado cada dia mais de Deus, através de nossa cultura egocentrista e malvada.

O que importa é sermos felizes, independente de passar por cima de quem quer que seja.

Não tem vez em nosso mundinho hoje esse tipo de amor.

Quão virtuosos são os homens, poucos eu sei, que verdadeiramente se preocupam em seguir os passos do Mestre.

No tocante a mim, sou um aspirante apenas, a servir a Cristo como Ele serviu e a amâ-lo como Ele amou.

Um comentário:

Lou Mello disse...

É isso mesmo. Infelizmente. Quanto a você espero, sinceramente, por seu sucesso.