08 agosto 2007

Eu creio

Na batalha diária, onde almejamos a vitória está estabelecido aquilo que iremos enfrentar.

No âmbito geral, somos vencedores e bem sucedidos, haja vista muitos não terem as mesmas oportunidades que nós, como a internet, por exemplo.

Mas como seres humanos, nos espelhamos e colocamo-nos em parâmetro com àqueles que detêm muito mais oportunidades e uma situação melhor que a nossa.

Se nos colocássemos ante àqueles e não estes, notaríamos o quanto somos ricos e abastados.

O Juízo Divino tem-me feito pensar, o quanto Deus me parece agir com Justiça no velho testamento.

Causa um nó em minha mente, Cristo o próprio Deus ter alguns ensinamentos que mudam o sistema antigo, que já não dava mais certo.

Talvez essa seja a resposta, era necessário um novo sistema, uma nova égide, um novo parâmetro, uma nova resposta, para que o Deus de Abraão, Isaac e Jacó seja reconhecido dentre os demais deuses.

Inegável é que o Mestre Messias nos traz ensinamentos que se observados, não precisaríamos de qualquer outra legislação extravagante.

Até porque lições de amor e auxílio mútuo estão contidas entre as palavras Dele.

Apesar de agir com Justiça no Velho Testamento, sorte que é com Graça no Novo.

E com essa Graça, que é o sacrifício de Cristo e de graça, que devemos nos apegar.

E esta Graça, está disponível a quem crer que Jesus nasceu, é o filho de Deus e ressuscitou ao terceiro dia.

Eu creio.

Nenhum comentário: