04 outubro 2009

Ociosidade

Ser ocioso tem lá suas desvantagens.

Apressado come cru, ocioso geralmente não come.

A igreja primitiva apregoava que quem não trabalhasse, não deveria comer (sabemos hoje não ser assim).

Paulo, o apóstolo, fazia tendas, a fim de não ser pesado aos irmãos.

Jesus, o Messias, não tinha onde reclinar a cabeça, mas na hora de pagar os impostos, sabia pescar o peixe certo.

Ociosos não querem trabalhar, não exercitam a mente e nem se preocupam consigo mesmos.

Claro que temos períodos ociosos, dias da semana, estados de espírito, contudo, o uso exacerbado dessa "preguiça" pode trazer fome e miséria em dias futuros (como diria Salomão).

Nesta semana, que se inicia, vamos juntos procurar agir em produtividade, sem exageros, tendo nosso ócio criativo, conforme Domenico De Masi, para nisso transformar-mos a situação de nossa sociedade, que tanto necessita do ócio, com criatividade e determinação, atribuindo renda ao seu lar e satisfação de suas necessidades.

Nenhum comentário: