10 abril 2007

Respostas

O que eu busco Jesus!?

Eu busco a você, sua presença, sua anuência, seu cuidar, sua paz.

Como todo ser humano, quero a felicidade, a prosperidade.

E ainda que não a receba, ainda assim, não cessarei de buscá-lo.

Escrever também pode ser uma rota de fuga, um esconderijo, se esconder em uma gruta.

Essa semana percebo muitas cobranças, de mim para mim, e muitas delas são pesadas, muito pesadas.

O que quero de você, Jesus!?

Quero seu fardo, que é leve.

Quero seu jugo, que é suave.

Quero teu alívio ao meu cansaço e sobrepeso.

Quero aprender de ti, que é manso e humilde de coração.

Quero ter a paz, como árbitro em minha vida.

Dons e Frutos do Espírito.

Ajuda-me.

Sem ti nada sou, sem ti ó Jesus, nada do que foi feito se fez.

Ainda que não me ajudes, não cessarei de glorificá-lo e exaltá-lo.

Mesmo que seja assim, em minha rota de fuga, meu esconderijo.

Amém.

Um comentário:

Antonio Cesar disse...

Lindo texto.