12 agosto 2009

Te encontrarei

No meio da chuva.

No deserto ardente.

Na noite escura.

Na neblina fria.

No pantanal.

Na praia.

No fim do dia.

No amanhecer.

No abrir dos olhos.

Nos meus sonhos.

Seja como for.

Um comentário:

Lou Mello disse...

Mais fácil ficar parado na beira do poço, tomando uma cervejinha gelada com queijo provolone à milanesa, pois, certamente Raquel virá buscar água e aí...