15 julho 2009

Assim como nos filmes

Ultimamente Gálatas capítulo 5 tem sido repetidamente ouvido e lido por mim.

Viver pela lei não é o correto, isso seria uma afronta a liberdade ensinada por Jesus.

Gosto da parte da separação entre frutos do espírito e da carne.

A diferença é gritante, ou antõnima, para ser mais bonitinho.

Essa separação é bem nítida em filmes de comédia romântica.

Os caras malvados ou se convertem a bondade, ou são condenados ao fracasso.

As moças mais cobiçadas ou são conquistadas pelos CDFs no final, ou também se dão mal.

E os camaradas mais bobões, se dão bem no final, pela prática de planos que fazem dar certo, no final, fazem o filme ter um final feliz.

Se simplificassemos o cristianismo, seria assim, como um filme, com possibilidades de sermos felizes e de nos redimirmos.

Nenhum comentário: