14 abril 2009

Preços Invertidos

Te empresto, você me paga em dobro.

Me empreste, não vou te pagar mesmo.

Eu faço, mediante compensação.

Essa não é minha atribuição.

Fazer isso? Jamais.

Mas como você não age assim?

Vou conseguir, nem que para isso eu tenha que passar por cima do que for.

Desisti, não ia dar em nada mesmo.

Deixe de viver para viver para a Igreja! (essa é mal)

Viva a vida, curta a liberdade (coca-cola).

Aprecie com moderação (cachaça e cigarro).

Se beber não dirija (to pagando pra ver).

essas e muito mais, invertidas, sem equilíbrio, sem vida, sem amor, sem justeza.

Nenhum comentário: