04 junho 2008

Litígios

Também chamados de conflito de interesses, cizânias, brigas, querelas.

Ocorre quando alguém discorda de outrem e pestaneja acerca da sua posição.

Ou quando eu quero algo e você outra coisa, oposta.

Chamar alguém pra briga é ir contra as bases de crença e conhecimento dela.

Os litígios são resolvidos de diversas formas: naturalmente, administrativamente, judicialmente, ou talvez nem se resolvam, mas prolongam no tempo.

Conheço casos em que pessoas não se falam, por ocasião dos litígios.

O duro, não é se abster de andar com alguém, mas sim remoer aquilo dentro de si.

Quem sabe, como o Mestre disse, não devemos turbar nossos corações, e crer em Deus e também nEle, pois na casa do Pai há muitas moradas.

Disse também, em outras palavras e em uma linguagem diferente, que perdoar é o melhor remédio.

Nenhum comentário: