06 abril 2008

Ainda não sei bem!

Das prováveis variantes existem prováveis respostas.

Se nada é absoluto e tudo é relativo não deveriam haver questionamentos.

Inobstante minhas próprias contradições ainda tenho que enfrentar a dos outros.

Minhas respostas nada prontas combatem aquilo que creêm ser o correto.

As massas de manobra, o povão, morreriam por inverdades patentes.

Por vezes vou aonde não deveria ou faço o que nem devia, seja para o bom ou para o ruim.

Como não tenho respostas certas a perguntas determinadas e certamente questiono tudo aquilo que me é apresentado acabo me tornando um malvado.

Espero a sabedoria que do céu é dada, e, gratuitamente a quem a pede.

Como de graça é tudo que advém do verdadeiro cristianismo.

Sem promessas, datas, visões, profecias e sobrenaturalismo.

Lutando com o natural àquilo que é natural e com o sobrenatural o que é sobrenatural.

Ainda que sem saber muito bem o que está acontecendo ou pra onde vou se somente Ele tem as palavras de vida eterna.

Nenhum comentário: