04 dezembro 2007

Adivinhações-Proféticas-Heréticas

A institucionalização dos pensamentos e vertentes se dá pela quase que necessidade humana de ter parâmetros, costumes, normatização.

Nem sempre tal se forma de maneira sadia e o Mestre tanto sabia, quanto combatia diversas instituições e seus seguidores, asseclas.

O "fenômeno" da adivinhação, que para mim não passa de ocultismo, ainda continua a permear o coração das pessoas, nas mais variadas formas de instituições possíveis.

No meio Cristão, se é que assim podemos chamar, haja vista preferirem o termo "evangélico", não são poucos os que buscam através da espiritualidade mística, respostas e adivinhações do futuro, nada tão diferente dos ensinamentos de Kardec, os quais, infelizmente, conheço bem.

O que mais me intriga, em qualquer que seja a forma de crença e institucionalização, é que desde os primórdios da humanidade, seres humanos buscam esse tipo de ritual, o que é claramente abominado por DEUS, seja do jeito que for.

No meio dos "crentes", como também gostam de ser chamados, muitos embora tradicionais, ouvem os "profetas", geralmente oriundos do meio pentecostal, com seus jargões "assim diz o senhor...".

Já vi na tv sandices como pessoas adivinhando a vida de outra na borra de um café e, para mim, isso é coisa do capeta ou quem sabe de mentes fracas e aproveitadoras, que sabem que, via de regra, todos nós, os seres humanos, temos necessidades e aspirações em comum, por ex. que aquele nosso sonho ainda não se realizou, ou seja, o óbvio.

Com base no meu pouco conhecimento bíblico, creio que DEUS não age assim, e, tampouco aprova toda e qualquer manifestação nesse sentido.

Creio que tudo o que teria que ser dito, está contido nas escrituras, que tenho por sagradas, e, o que passar daquilo, seja um vírgula, não procede da boca de DEUS o TODO PODEROSO.

Tenho dito.

Nenhum comentário: